quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Planos CPqD: Resultados de novembro 2017 dos planos da Sistel


clique sobre a tabela para aumentá-la

Todos planos seguem equilibrados, rentáveis e apresentaram sobras (reservas superiores as obrigações futuras) nos onze meses de 2017.

No mês de novembro somente o plano InovaPrev não apresentou rentabilidade superior a sua respectiva meta atuarial. 

O destaque negativo em rentabilidade no mês de novembro, assim como no mês anterior, ficou por conta do plano InovaPrev (0,38%), cuja meta foi de 0,54%.

Já o destaque positivo em rentabilidade em novembro ficou por conta dos planos PBS-CPqD, PAMA e CPqDPrev que superaram o CDI.

Mesmo com mau desempenho do InovaPrev em outubro e novembro, se considerarmos o acumulado do ano, o destaque seguiu com ele, que apresentou um rendimento superior a sua meta e seguiu sendo sendo o único plano que ultrapassou o CDI acumulado no ano (9,34%), com 10,14%, resultado do bom desempenho que teve até setembro deste ano.

A rentabilidade do plano InovaPrev, na modalidade CD (financeira), desde sua criação em fev14 (48,70%), segue inferior a do plano CPqDPrev (modalidade CV) neste mesmo período (52,90%).

O plano mais equilibrado segue sendo o PBS-A, com folga superior a 32% para o pagamento de suas obrigações. Este plano acumula neste ano sobras crescentes de R$ 2,29 bilhões e teve sua Reserva Especial (superavit a distribuir futuramente) aumentada para R$ 933 milhões, devido ao bom rendimento de suas aplicações até o mês de setembro.

Relativo a volta das contribuições ao plano por parte de suas patrocinadoras (grupo CPqD) e auto patrocinados no mês de setembro no  InovaPrev, o plano apresentou uma redução esperada da variação da Reserva Matemática em outubro e novembro (passou de 6,3% para 4,4% neste ano), enquanto a redução dos Fundos Previdenciais passou para 11,5% neste ano, devido as baixas rentabilidades do plano nos últimos dois meses.

O plano CPqDPrev segue estável com sobras agora acumuladas de R$ 51,84 milhões neste ano.

No plano PBS-CPqD, segue chamando a atenção o aumento de 2,6% neste ano de suas Reservas Matemáticas, do qual desconhecemos o motivo, já que é um plano fechado e de poucos participantes e assistidos (29 no total). 

No PAMA verificou-se novamente no mês de novembro um avanço das sobras do plano (fundo assistencial), agora devido a saída preocupante de 15 usuários do plano naquele mês. Somente neste ano, já foram 517 cancelamentos no plano assistencial da Sistel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores, mesmo anônimos, e DESTACAMOS que os IPs de origem dos comentários OFENSIVOS ficam disponíveis nos servidores do Google/ Blogger para eventuais demandas judiciais ou policiais".