quarta-feira, 11 de julho de 2018

Fundos de Pensão: Conta de associados do Petros (Petrobras) não fecha para reduzir rombo


Para barrar a taxa extra, a 3ª Vara Cível suspendeu a cobrança a um ex-funcionário

A conta para os associados do Petros, fundo de Pensão da Petrobras, não fecha para reduzir o rombo de R$ 27 bilhões. Uma das categorias mais atingidas são os autopatrocinados, pessoas que deixaram de trabalhar na Petrobras e optaram por continuar contribuindo.

Para barrar a taxa extra, a 3ª Vara Cível suspendeu a cobrança a um ex-funcionário cujo desconto para equacionamento de déficit saltou de R$ 3.629,66 para R$ 9.681,38. O pedido foi feito pelo escritório LSCS. Há outras cinco decisões neste sentido por comprometer a renda dos beneficiários.

Fonte: O Dia (10/07/2018)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Este blog não se responsabiliza pelas opiniões emitidas neste espaço pelos leitores, mesmo anônimos, e DESTACAMOS que os IPs de origem dos comentários OFENSIVOS ficam disponíveis nos servidores do Google/ Blogger para eventuais demandas judiciais ou policiais".